Tag Archives: texto

Para acabar com a saudade

22 mar

Imagem

Tenho saudade de ficar perto de você por nada, sem querer nada, nada além de estar com você.

Tenho saudade de implicar com suas piadas, piadas sem graça que quando me lembro agora acabam me fazendo sorrir.

Tenho saudade de saber quem é você, o que gosta de fazer e o que vai trazer na mala em sua próxima viagem.

Tenho saudade de ser a outra parte que te completava, a outra parte que lhe restava, aquela que só pensava em ficar pra sempre com você.

Agora fiquei sozinha com a saudade, que me aperta o peito e ás vezes me deixa zonza. Sei que está conquistando o que quer e para isso precisa estar ai do outro lado do mundo, a sua coragem ainda habita em mim, estou longe de enxergar o fim.

Já comprei até uma mala nova, grande o suficiente pra carregar todos aqueles sonhos que você já conhece bem.

Preciso te dizer que tenho a resposta para a questão que nos rodeava:

“Quando é que você vem?”

Texto: Luana Barreto

Anúncios

Dia das mulheres

8 mar

 Imagem

  Ser mulher é uma missão e todo dia enfrentamos algo diferente.

É uma guerra interna de sentimentos e preocupações com tudo e todos que estão em nossa volta, uma preocupação única que se não existisse provavelmente o mundo estaria perdido.
Ainda enfrentamos julgamentos sem fundamentos diante de roupas que escolhemos, pessoas que gostamos, quantos quilos estamos pesando, pega a bolsa e vai em frente, vai com cólica, com dor de cabeça, com TPM, vai com tudo e de cabeça erguida.

Entre todas as flores, cores e dores estamos aqui lutando dia a dia, mostrando que podemos ser e fazer tudo o que sonhamos, não importa o tamanho do salto ou a falta dele.

Há muito tempo deixamos a torre vazia e não esperamos mais o príncipe encantado, todo encantamento já nasceu com cada uma de nós, cada uma com o seu jeitinho de ser, escolhendo ser amada e amar quem bem entender.

Feliz dia das mulheres!

Imagem

Texto: Luana Barreto

Parabéns Luana!

1 mar

  Houve um dia em que renasci.

  Não foi nada muito UAU mas foi tipo NOSSA, eu posso fazer diferente!

  Ninguém me disse isso, eu era tão nova mas já tinha aprendido algumas coisas
que nem todas as meninas com 14 ou 15 anos aprendem, principalmente sobre
as pessoas e o quanto elas vão estar (ou não) com você.

  Pessoas que eu considerava muito se afastaram sem explicações, eu precisei
então me afastar de outras pessoas que só queriam me colocar pra baixo e não mais andar ao meu lado, eu senti dor e descobri que saúde é essencial para ser feliz.

  E então eu fui abrindo os olhos e passei a entender aquela menina implicante
do colégio, entendi aquele menino que não queria saber de mim, entendi que ser
tímido não é defeito e entendi que eu poderia enfrentar aquele problema de saúde ( problema grave causado por alergia) e descobrir uma nova pessoa em mim.

   Muita coisa se passou, eu mudei mas jamais deixei de ser aquela menina quieta que observava tudo em minha volta e caramba, como eu agradeço por ter sido quietinha assim. Isso me deu a capacidade de criar tanto, eu olho nos olhos das pessoas e é como se eu pudesse sentir exatamente o que ela quer transmitir, mentira não tem vez comigo.

   Parabéns pra mim que sou uma eterna astronauta que vive no mundo da lua, um mundo só meu, a piscina, essa tal Luana.

Imagem

Teu abraço.

17 jan

Image

Ah esses abraços fortes que me ligou a você de um jeito que eu tanto desejei não querer.

Quantas vezes eu procurei motivos para não me aproximar e ficar na minha, seria mais fácil não é? Não se meter em encrencas costuma ser libertador.

Eu tenho que ir e fazer tudo ao contrário e naquele exato momento em que o meu corpo se encostou ao seu naquele abraço que pareceu durar a eternidade o mundo inteiro parou, eu vi as pessoas passando ao nosso lado em câmera lenta e conseguimos arrancar sorrisos daqueles que antes só pensavam em correr para casa, talvez todo mundo passou a correr para um abraço também.
E agora eu tenho uma saudade, tenho uma vontade, tenho um pouco do seu cheiro em mim. Agora ficou difícil porque a minha cabeça fica repetindo: sai dessa enquanto você ainda está consciente do que é o certo antes que o seu coração comece a ficar pirado!

Para completar você me irrita de um jeito que ninguém nunca conseguiu,de um jeito que me faz pensar como eu posso querer te abraçar de novo, de um jeito que me faz achar fácil de ter longe.

Quando você realmente esta longe eu sinto o seu cheiro passando por mim, não é você, é só uma esperança.

Image

Texto: Luana Barreto.

Imagens: dentrodeumabraco.tumblr.com

gritomeugrito.blogspot.com

Feliz Natal!

24 dez

Olá pessoas natalinas, que tal fazer a diferença?

Podemos começar a parar de se preocupar em falar demais dos outros e tentar cuidar um pouco mais de si mesmo.
Amar quando quiser amar, se arrepender mas saber se reerguer, chorar mas procurar sorrir mais. 
Aprender a jogar o lixo na lixeira nem que você precise esperar um pouco para achar uma, garanto que você tem paciência para procurar uma vaga no estacionamento e esperar um lugar naquele restaurante badalado. 
Escreva mais cartas para as pessoas que gosta porque depois fica ruim encontrar as lembranças em uma timeline do Facebook, papel pode ser para sempre.
Imagina aprender a conviver com as diferenças e entender que todo mundo tem o mesmo fim? Faça o que você ama e se você estiver em um trabalho que não gosta comece a planejar um amanhã melhor e não esqueça de agir! 
Se você esta sem dinheiro lembre-se que os dias não são sempre iguais, isso vale para quem tem muito também! 
E o melhor: Não queira ser perfeito, ser o dono da razão ou dos bons costumes, ás vezes os errados e chamados de malucos são extremamente felizes e amados, viva com responsabilidade mas intensamente!

Feliz Natal a todas as pessoas que exalam o bem!Image

O fliperama.

23 nov

Tá legal, eu devo ser a única mulher do mundo que vem ao fliperama, que sem noção!

Era só isso que se passava em minha cabeça naquela tarde em plena segunda feira, não ter patrão tem as suas vantagens.

Cheguei naquele fliperama cheio de crianças correndo para todos os lados, voltei a infância por alguns segundos e pensei em como era bom viver assim sem pensar em problema algum. Carreguei aquele cartão cheio de cores e fui escolher algum jogo e foi quando eu ouvi um barulho e fui conferir, lá estava ele sacudindo a máquina de pinball.

Achei graça do seu jeito, logo uma atendente veio saber o que estava acontecendo, algum problema com a máquina provavelmente.

Resolvi escolher um jogo de carro próximo a ele, não sabia bem o porque mas eu queria ver a continuação daquela história.

A atendente foi embora e ele continuou o jogo concentrado, estava todo empolgado e apesar de aparentar ter mais de vinte anos o brilho em seus olhos o deixava com uma expressão de menino, nem preciso dizer que meu jogo ia muito mal a essa altura, incrível como consigo ser distraída!

Não passou muito tempo e ele começou a sacudir novamente a máquina, coçou a cabeça , olhou para todos os lados e eu não pude deixar de rir, o som do meu riso saiu um pouco alto demais, o suficiente para ele me encarar.

Seu rosto ficou um pouco vermelho e então ele sorriu também e apontou para a máquina um pouco sem graça e gaguejando:

– É a… a máquina, aqui, a bolinha sabe? Ela sumiu!

Eu ri de novo.

– E a atendente já não arrumou?

– Sim, ela deu um jeito aqui, mas essa coisa resolveu sumir com a bolinha de novo e eu nem terminei o jogo, como vou pegar meus tickets?

– Essa máquina não tem ticket…

– Não tem ticket? Caramba, além de não funcionar direito não tem ticket!

– Ticket é nos leitores amarelos.

– O que?

– As máquinas que dão tickets tem o leitor amarelo!

– Você entende muito de fliperama hein?

– Devo entender.

– Qual seu nome?

– Meu nome?

– Sim, seu nome, qual é o seu nome?

Eu parecia uma completa idiota, o olhar dele me distraia mais do que o normal.

– Claro, meu nome… Meu nome é Lucy!

– Lucy? Legal seu nome, o meu é Diego, prazer.

– Prazer Diego.

– Preguiça de chamar a atendente, não quer chamar pra mim não?

– Eu não!

– Mas é só uma escada!

– Mas eu também tenho preguiça de ir lá!

– Chata você.

– Isso realmente eu sou. Bom, a chata aqui vai descer, cansei desses jogos aqui, prefiro com ticket.

– Você vai descer e não vai chamar a atendente?

– Não…

– Tudo bem eu chamo.

Desci a escadas e o meu novo amigo de fliperama correu para chamar a atendente. Fui escolher meu novo jogo quando Diego da um pulo e para na minha frente.

– Que susto cara, o que você ta fazendo?

– Nada, só quero saber o que você vai jogar.

– Um jogo.

– SÉRIO?

– Juro.

– QUAL jogo?

– aquele ali de acertar bolinhas, é fácil e ainda é um ótimo exercício físico.

– Boa ideia, vamos lá!

– Vamos?

– Quer jogar sozinha por acaso? Um time é bem melhor!

– Time de dois?

– Time de dois é melhor do que nada, além do mais eu posso dizer que estou valendo por dez.

– Você é meio doido né?

– Eu? Não, por quê?

– Sei lá, você me conhece a alguns minutos e já está querendo formar time.

– Eu sou doido e você é antissocial então.

– Pode ser sendo assim eu vou indo.

– Mas eu quero jogar ali também.

– Então eu escolho outro!

– Deixa de ser tola, eu sei que você esta fingindo não querer jogar comigo, não se preocupe que eu não vou te agarrar ta?

– Como é que é? To falando que você é doido, eu não falei nada sobre isso.

– Não precisa falar to vendo que você esta meio sem graça.

– Quer saber? Acho que eu vou é comprar um sorvete, to ganhando mais.

– O sorvete é melhor que a minha companhia?

– Não, é que sei lá…

– Ta com medo de mim?

– Olha, pensa comigo, não te conheço e você ta me tratando como se me conhecesse a muito tempo…

– Você que começou!

– Eu que comecei?

– Claro você que riu pra mim sem nem me conhecer!

Me calei, ele tinha razão.

A minha mania de fazer as coisas sem pensar está começando a me causar problemas.

– Que foi?

– Que foi o que?

– Você me chama de doido e de repente fica ai pensando sem falar nada olhando pro nada, eu hein!

–  Desculpa, você tem razão, eu que comecei mas foi sem querer ta? Desculpa mesmo, eu vou indo.

– Mas eu nem to com raiva nem nada e você ai me pedindo desculpas, você é tão encanada, relaxa garota!

– Ta, ta bom, para de falar!

– Além de doido eu sou tagarela também?

– É, é sim, eu to confusa, caramba, eu quero sorvete, só quero sorvete e pronto, eu vou embora.

– Eu também quero sorvete.

– Quer nada, você quer jogar naquela máquina ali.

– Não quero mais, vou comprar sorvete!

– Ta querendo me perseguir agora? O que foi? É um maníaco ou algo assim?

– Não, não sou nada dessas coisas, sou um cavalheiro que não vai deixar uma senhorita distraída se perder para encontrar o seu sorvete.

Faço uma cara de espanto, ele é doidinho mesmo, um doidinho bem atraente, mas é doidinho.

Fico me perguntando como eu vou me livrar dele, depois começo a me perguntar se eu quero mesmo me livrar dele, caramba como eu sou confusa.

Saio andando sem falar nada, depois de sair de lá olho para trás, ele esta parado de braços cruzados me olhando, isso me irrita profundamente. Faço sinal de “e ai?” e ele sorri. Mexe no cabelo, se espreguiça e começa a andar em minha direção.

– Você é estranho!

– Nem te conheço direito e você já fica me chamando de estranho, to com medo de você!

– Para com isso, essa frase é minha!

Ele pega na minha mão e me puxa procurando uma sorveteria, eu começo a rir sem acreditar no que está acontecendo. Castigo, carma, vai ser sequestrada, ele tem problemas sérios, não sei, realmente não sei, acho que vem muita conversa nessa sorveteria.

Aposto que vou ficar perturbada, ele fala demais.

Imagem

Imagem: Musicloveandouthersdrugs.blogspot.com

Texto: Luana Barreto.

daniellydan

Bem vindos ao meu blog! Aqui você encontra dicas sobre maquiagem,cabelos e looks. Quer visitar meu instagram? http://instagram.com/daniellydann

With Johnnie Walker Eyes

Just another lens to see life with my eyes...

Todo dia tem Beleza

This WordPress.com site is the bee's knees

Menino Confuso

As confusões em torno de minha cabeça